Quando o Amor me Sorri

Vou ser a eterna espera
Do seu desejo,
pelo meu corpo em seus pormenores
Seja você em mim,
com a vibração de quem possui
Com o seu suor me prender
Me conduzir no seu balanço
Quero o seu ritmo de amor
Seu sexo me tomando
com a vontade que não cabe no lar, na rua
Seguirei os seus movimentos
Poem a sua mão nos meus cabelos
Quero que me deguste
pouco a pouco, dia a dia
Serei sua amante nos dias frios
Sob o sol me entregarei ao seu gozo

Vou ser sua,
me dê um sorriso
Serei seu brinquedo de amar


Ana Laurentino

1 comentários:

Postar um comentário

Ana Laurentino. Tecnologia do Blogger.