EGO



Sejam todos bem vindos ! Entrem e olhem em volta, perceberam como tudo é mais complexo que nós mesmos ? Fazendo uso da nossa vã sabedoria, nos colocamos como centro de tudo. Quando então, entramos e observamos dentro de nós mesmos, nos deparamos com algo quase desconhecido. Detalhes a miude, fragmentando a nossa existência e a imponência que acreditamos ter. Não somos nada diante do mundo. Não sabemos sequer quem somos! Um mundo inteiro em função de algo tão irrelevante ? Quanta prepotência, quanta arrogância. Somos tão "mundo" quanto a terra aos nossos pés, os pássaros a cantar ou um cachorro a brincar. Somos o mundo ! Percebemos isso, quando primeiramente nos compreendemos internamente, e então, nos desfazemos da ideia de sermos seres sobrenaturais, maiores e melhores. Notamos que vivemos em um ciclo de dependência, uma cadeia de influências. Primordialmente e primeiramente da mente que temos e cultivamos, posteriormente do meio e das pessoas com que vivemos. Se a caça de elefantes na África, gera problemas no ecossistema daqui, e assim, me fazendo sentir essas consequências. Paro e penso: somos o centro de que ? Não há centro, onde tudo é fundemantal, de igual importância.
Olhe para os lados, você é tudo o que pode ver ! Será que isso te agrada ?

0 comentários:

Postar um comentário

Ana Laurentino. Tecnologia do Blogger.